domingo, 13 de março de 2011

Gasto Energético

                Energia é definida como a capacidade de realizar trabalho. No estudo da nutrição, ela se refere à maneira pela qual o corpo faz uso da energia contida na ligação química dentro do alimento. A energia é liberada pelo metabolismo do alimento, a qual deve ser fornecida regularmente para atender às necessidades de energia para a sobrevivência do corpo.
                A energia é despendida pelo corpo humano na forma de gasto de energia em repouso (GER), efeito térmico do alimento (ETA) e energia gasta na atividade física (FA). Estes três componentes compõem o gasto energético total (GET).
                Exceto em indivíduos extremamente ativos, o GER constitui a maior porção (60 a 75%) do GTE. O ETA representa aproximadamente 10% do GET. A contribuição da atividade física é o componente mais variável do GET, que pode ser de apenas 100kcal por dia em uma pessoa sedentária e chegar a 3.000kcal por dia em uma pessoa muito ativa. (Ah, um detalhe importantíssimo: quem define seu grau de atividade física somos nós especialistas. Tem gente que só porque “puxa uns ferrinhos” e corre um pouquinho acha que é atleta).
                Uma série de fatores faz com que o GER varie entre os indivíduos. Os determinantes principais são o tamanho e a composição corpóreos. Além disso, idade, sexo e estado hormonal também afetam o GER.
                Vemos muito por aí planos alimentares prontos na internet de x, y, z kcal/dia mas só quem sabe calcular o seu real e verdadeiro Gasto Energético Total é um profissional da saúde – Médico e Nutricionista. É baseado na sua individualidade que monto programas suplementares visando otimizar sua saúde e resultados.
                Grande Abraço a Todos.
Fontes: Hildreth e Johnson, 1995 ; Poehlman, 1993;