segunda-feira, 14 de março de 2011

A história da musculação

A Musculação não possui um registro histórico exato para seu surgimento. O que se tem de informação referem-se a esculturas de 400 anos antes de Cristo, que relatam formas harmoniosas de mulheres, já demonstrando preocupação estética.

Também existem relatos de jogos de arremessos de pedras que datam de 1896 a.C. Por ser uma atividade tão versátil pode ser praticada por pessoas de diversas idades e com diferentes objetivos

Uma das lendas que remontam o tema se encontra na Grécia Antiga. Milon de Crotona, discípulo do matemático Pitágoras, desenvolveu um método de treinamento que até hoje é seguido nas academias de todo o mundo. Trata-se da evolução progressiva da carga, ou seja, de pouco em pouco vai-se aumentando o peso durante o treinamento.

A lenda conta que para ficar mais forte, Milon carregava em suas costas um bezerro. Quanto mais pesado ficava o bezerro, mais forte Milon se tornava. Além disso, os primeiros relatos sobre a preocupação com Suplementação Alimentar também datam desta época - Milon comia por dia 9 kg de carne, 9 kg de pão e 10 litros de vinho.

Hoje a Musculação evoluiu muito, respeitando os objetivos de cada pessoa, sejam eles para:

- Competição: levantamento de peso ou fisioculturismo;
- Profilático: preparação da musculatura para determinado esforço; - Terapêutico: correção de problemas posturais e/ou recuperação de lesões ou cirurgias;
- Preparação Esportiva: no complemento da preparação física de atletas;
- Aptidão Física: condicionamento para se ter uma vida mais saudável;
- Estético.